30.1 C
Serra
segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Câmara recua e vai reavaliar medida para impedir descarte de rejeitos de minério no Mestre Álvaro

Leia também

Terminal rodoviário pode ter posto médico

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei (PL) 71/2020, que obriga as concessionárias e permissionárias de terminais rodoviários...

Rede Sustentabilidade elege novos dirigentes e reafirma candidatura própria à Prefeitura da Serra

Durante a convenção estadual da Rede Sustentabilidade, no sábado (15), André Toscano e Laís Garcia foram escolhidos porta-vozes masculino...

Rede nacional diz que Serra vai ter candidato a prefeito e Audifax pode ser Governador

O Centro da Boa Convivência de Laranjeiras foi palco neste sábado (15) da Convenção Estadual da Rede Sustentabilidade. No...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

A audiência acontece no dia 18/6. Foto: Conceição Nascimento

A Câmara da Serra vai sediar na audiência pública no próximo dia 18, às 17h, para discutir a destinação do rejeitos sólidos contendo minério de ferro na Serra. A proposição é do vereador Ailton Rodrigues (PSC), que se propôs a produzir um Projeto de Lei a partir do que for discutido no encontro.

Segundo o vereador, estão convidados Federação das Associações de Moradores da Serra (Fams), secretarias de Meio Ambiente estadual e municipal, Vale, Ministério Público, OAB, e ambientalistas, além de populares. 

“Pretendo esclarecer para a sociedade sobre o PL 7, rejeitado nesta casa de leis que trazia vícios, pois na verdade iria oferecer superpoderes ao prefeito e ao secretário de Meio Ambiente. Os vereadores foram maduros, pois uma vez aprovado estaria legalizando um crime. A audiência vai esclarecer o manejo, destino final, impactos e suas consequências do rejeito de resíduos sólidos contendo minério de ferro em áreas licenciadas na Serra”, disse o proponente. 

Entenda:

Na última segunda-feira (10) vereadores da Serra rejeitaram o projeto de lei 27/2019 que proíbe a Vale de jogar aos pés do Mestre Álvaro, numa área entre Pitanga e Nova Carapina o pó de minério misturado com areia e sal que serão extraídos da Praia de Camburi, em Vitória. A Serra possui 23 vereadores e 14 deles votaram a favor da cidade receber os rejeitos da Vale

Comentários

Mais notícias

Rede Sustentabilidade elege novos dirigentes e reafirma candidatura própria à Prefeitura da Serra

Durante a convenção estadual da Rede Sustentabilidade, no sábado (15), André Toscano e Laís Garcia foram escolhidos porta-vozes masculino e feminino da legenda no...

Rede nacional diz que Serra vai ter candidato a prefeito e Audifax pode ser Governador

O Centro da Boa Convivência de Laranjeiras foi palco neste sábado (15) da Convenção Estadual da Rede Sustentabilidade. No local, foram escolhidos os novos...

Em evento concorrido, PSB confirma pré-candidatura de Bruno Lamas à Prefeitura da Serra

A Serra foi o município escolhido para o PSB do Espírito Santo dar o start oficial à sua Pr'é-campanha de 2020. Em um evento,...

Violência em Vitória: “É totalmente possível que chegue à Serra”

Diante dos ataques que estão assustando moradores e comerciantes de Vitória, a populaça da Serra está em estado de alerta. Temem que a violência...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem