25 C
Serra
quinta-feira, 04 de junho de 2020

Bancários aderem à greve geral e agências não irão funcionar na sexta

Leia também

Foragido há cinco anos de Minas Gerais é preso na Serra pela Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (4) na região de Balneário Carapebus, na Serra, indivíduo acusado de...

Motorista de aplicativo desaparece depois de corrida na Serra e família pede ajuda para encontrá-lo

Um motorista de aplicativo sumiu na tarde da última quarta-feira (3) depois que pegou uma corrida em Parque Residencial...

Conta de luz | Bandeira tarifária permanecerá verde até dezembro

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) decidiu manter a bandeira verde acionada até 31 de dezembro de 2020....
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Os bancários aderiram à greve geral e agências não irão funcionar amanhã (14). Foto: Arquivo / Agência Brasil.

Além dos rodoviários que confirmaram uma paralisação para a próxima sexta-feira (14) – entenda mais aqui – os bancários capixabas decidiram que irão aderir à greve geral e com isso, as agências não irão funcionar amanhã. O movimento, que está movimentando trabalhadores de diversas categorias em todo o Brasil, é contra a reforma da Previdência proposta por Jair Bolsonaro (PSL).

No Brasil, diversas Centrais sindicais estão convocando trabalhadores de várias categorias para aderirem ao movimento. Além de serem contra a reforma da Previdência proposta por Bolsonaro, o protesto também é contra cortes na educação e pede maior geração de empregos, além da retomada do crescimento na economia.

De acordo com o Sindibancários, a decisão de aderir ao movimento foi tomada em assembleia na noite da última terça-feira (11). Disse ainda que a partir das 13h da sexta vai acontecer um ato unificado na Reta da Penha, em Vitória.

 “A decisão da categoria foi pela adesão à greve geral, entendo que o momento é muito grave diante da ameaça da reforma da Previdência, os cortes da educação e o crescimento do desemprego. As medidas desse governo são de ataque aos mais pobres. É importante todos os trabalhadores e trabalhadoras aderirem à greve, pois são eles que estão sendo diretamente atingidos pelas políticas do governo”, afirmou Jonas Freire, coordenador geral do Sindicato.

Comentários

Mais notícias

Motorista de aplicativo desaparece depois de corrida na Serra e família pede ajuda para encontrá-lo

Um motorista de aplicativo sumiu na tarde da última quarta-feira (3) depois que pegou uma corrida em Parque Residencial Gaivotas, bairro da região de...

Conta de luz | Bandeira tarifária permanecerá verde até dezembro

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) decidiu manter a bandeira verde acionada até 31 de dezembro de 2020. A medida anunciada tem o...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!