22.6 C
Serra
segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Bairro de Jacaraípe é onde mais se adoece por dengue na Serra

Leia também

Serra está há dois dias sem registrar mortes causadas pelo coronavírus, diz Estado

Mesmo seguindo na liderança do número de mortes causadas pela Covid-19 no Espírito Santo, a Serra não registra moradores...

Candidatura de Bruno Lamas é teste de popularidade do Governo nas eleições 2020

Os resultados das eleições de novembro, na Serra, podem ser a resposta do povo às ações do Governo do...

Políticos capixabas lamentam marca dos 100 mil mortos por coronavírus no Brasil

Políticos de todo o país manifestaram preocupação com o avanço do número de mortos em decorrência da Covid-19. O...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na Serra, já são mais de 14 mil casos de dengue. Foto: Divulgação

Sendo a cidade da Grande Vitória com mais casos de dengue confirmados, a Serra está passando por dias difíceis e enfrentando uma forte epidemia de dengue. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), a cidade já teve mais de 14 mil infectados e o Bairro das Laranjeiras – região de Jacaraípe – é onde mais se adoece por dengue na cidade.

Vale destacar que a Serra já registrou seis mortes pela doença. Em comparação ao mesmo período do ano passado, o aumento nos casos é de 2260%. Este ano, já são 14.236 casos e em 2018 eram apenas 603 pessoas doentes. Neste ano, também foram confirmados 96 casos de zika e 32 de chikungunya, essas duas doenças não tiveram nenhuma morte confirmada em 2019.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, os bairros com maior registros de casos de dengue são: 1° Bairro das Laranjeiras, 2° Nova Carapina I, 3° Feu Rosa, 4° Planalto Serrano e 5° Barcelona. A Sesa não divulga a quantidade de casos por bairro. Para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e também da zika e chikungunya, a Prefeitura da Serra vem intensificando ações de combate e também educativas.

De acordo com a prefeitura, a Serra é o município que mais possui armadilhas para o mosquito no Estado, e faz o monitoramento semanal dos mais de 1.100 equipamentos. “Foram realizados dois grandes mutirões em 2018 e 2019 e ampliados os postos de hidratação da dengue e de coleta de exames”, disse o município em nota.

Ainda segundo a prefeitura, estão programadas ações de mobilização envolvendo comerciantes, professores, estudantes, líderes comunitários e religiosos. A próxima acontece em Nova Carapina I, no final de julho. A última ação ocorreu em Nova Almeida, entre junho e julho.

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Candidatura de Bruno Lamas é teste de popularidade do Governo nas eleições 2020

Os resultados das eleições de novembro, na Serra, podem ser a resposta do povo às ações do Governo do Estado durante a pandemia do...

Políticos capixabas lamentam marca dos 100 mil mortos por coronavírus no Brasil

Políticos de todo o país manifestaram preocupação com o avanço do número de mortos em decorrência da Covid-19. O governador Renato Casagrande (PSB) usou...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!