22.7 C
Serra
quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Bairro de Jacaraípe é onde mais se adoece por dengue na Serra

Leia também

Uma tonelada de ração para animais vítimas das chuvas no interior

Uma tonelada de ração será enviada para os animais dos municípios do interior do estado que foram atingidos pelas...

Erick Musso convoca deputados para aprovar pacote de ajuda para os atingidos pela chuvas

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), deve convocar o plenário extraordinariamente, na próxima segunda-feira (27), atendendo...

Pele Morena e congo encerram as atividades da Arena Procon hoje (22) em Jacaraípe

A Arena Procon Serra está se despedindo da praia de Jacaraípe nesta quarta-feira (22). Além das atividades que duram...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na Serra, já são mais de 14 mil casos de dengue. Foto: Divulgação

Sendo a cidade da Grande Vitória com mais casos de dengue confirmados, a Serra está passando por dias difíceis e enfrentando uma forte epidemia de dengue. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), a cidade já teve mais de 14 mil infectados e o Bairro das Laranjeiras – região de Jacaraípe – é onde mais se adoece por dengue na cidade.

Vale destacar que a Serra já registrou seis mortes pela doença. Em comparação ao mesmo período do ano passado, o aumento nos casos é de 2260%. Este ano, já são 14.236 casos e em 2018 eram apenas 603 pessoas doentes. Neste ano, também foram confirmados 96 casos de zika e 32 de chikungunya, essas duas doenças não tiveram nenhuma morte confirmada em 2019.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, os bairros com maior registros de casos de dengue são: 1° Bairro das Laranjeiras, 2° Nova Carapina I, 3° Feu Rosa, 4° Planalto Serrano e 5° Barcelona. A Sesa não divulga a quantidade de casos por bairro. Para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e também da zika e chikungunya, a Prefeitura da Serra vem intensificando ações de combate e também educativas.

De acordo com a prefeitura, a Serra é o município que mais possui armadilhas para o mosquito no Estado, e faz o monitoramento semanal dos mais de 1.100 equipamentos. “Foram realizados dois grandes mutirões em 2018 e 2019 e ampliados os postos de hidratação da dengue e de coleta de exames”, disse o município em nota.

Ainda segundo a prefeitura, estão programadas ações de mobilização envolvendo comerciantes, professores, estudantes, líderes comunitários e religiosos. A próxima acontece em Nova Carapina I, no final de julho. A última ação ocorreu em Nova Almeida, entre junho e julho.

Comentários

Mais notícias

Erick Musso convoca deputados para aprovar pacote de ajuda para os atingidos pela chuvas

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), deve convocar o plenário extraordinariamente, na próxima segunda-feira (27), atendendo ao pedido do governador Renato...

Pele Morena e congo encerram as atividades da Arena Procon hoje (22) em Jacaraípe

A Arena Procon Serra está se despedindo da praia de Jacaraípe nesta quarta-feira (22). Além das atividades que duram o dia todo, vai ter...

Sede recebe palestras sobre história e ciclo folclórico da Serra

Acontecem nesta quarta-feira (22) às 18h no auditório da Câmara Municipal, duas palestras promovidas pela Associação Comercial e Empresarial da Serra Sede (Acess) ....

Festival de Doces com quindim gigante em Nova Almeida

O Festival de Doces que acontece no fim da próxima semana, na Praça dos Pescadores, em Nova Almeida tem a mão da ex-vereadora e...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem