22.3 C
Serra
sexta-feira, 29 de Maio de 2020

Após protestos, trânsito flui normalmente na Norte Sul

Leia também

Shoppings da Grande Vitória poderão abrir a partir de segunda

A partir da próxima segunda-feira - dia 1º de junho - os shoppings centers da Grande Vitória poderão abrir...

Sobe para 2.374 o número de casos confirmados de coronavírus na Serra

Continua subindo o número de casos confirmados de coronavírus na Serra. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Mais três moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já tem 146 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou três novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Funcionários se concentraram na frente da entrada da Vale em Carapina, ao lado do Terminal do Transcol e da Av. Norte Sul. Foto: Divulgação/Utilidade Capixaba

Após o término da manifestação de funcionários de uma empresa terceirizada da Vale que aconteceu na manhã desta terça-feira (1º), o trânsito segue normalmente e sem interrupções na Avenida Norte Sul, na Serra. A manhã dos motoristas que precisavam passar pela via foi complicada, já que os protestos causaram um verdadeiro ‘nó’ no trânsito.

O ato foi realizado por colaboradores da Manserv, em frente a entrada do Complexo Industrial de Tubarão, na entrada da mineradora, próximo ao Terminal de Carapina. Internautas do TEMPO NOVO entraram em contato, por meio do nosso WhatsApp, e disseram que o trânsito segue normalmente na via.

Na manhã desta terça, o protesto gerou reflexos no trânsito da rodovia Norte – Sul, na Avenida dos Metalúrgico e também na BR 101.

Motivo da manifestação

Sob a condição do anonimato, um terceirizado da Vale disse que os motivos da manifestação são os baixos salários e condições precárias de trabalho.

“As empreiteiras estão pegando contratos baratos com a Vale e com isso elas estão entrando com pouco dinheiro. E esse pouco dinheiro ela está passando para o trabalhador como? Com pouca condição de trabalho, sem ferramenta, sem segurança, ameaçando trabalhador para entregar o serviço no prazo, pois a Vale cobra. Ali dentro está isso aí”, disse esse funcionário.

A Vale não se manifestou sobre o ato. A assessoria de imprensa da mineradora sugeriu a reportagem procurar a Manserv. Mas, até às 10h da manhã desta terça-feira (01), ninguém atendeu os telefonemas no número da empreiteira disponível na internet.

Comentários

Mais notícias

Sobe para 2.374 o número de casos confirmados de coronavírus na Serra

Continua subindo o número de casos confirmados de coronavírus na Serra. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde...

Mais três moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já tem 146 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou três novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!