Após lesão na coxa, karateca serrano retorna aos tatames no Brasileiro em outubro

0
Após lesão na coxa, karateca serrano retorna aos tatames no Brasileiro em outubro
Líder do ranking mundial em 2016 e tetra Brasileiro, Bruno volta aos tatames em outubro pelo penta. (Fotos: Divulgação/Alexandre Muglia)

O karateca multicampeão Bruno Conde tem data marcada para retornar aos tatames do Brasil. Em outubro, o atleta de 20 anos vai lutar pelo penta no Campeonato Brasileiro de Karatê na cidade de Uberlândia (MG). Atualmente se recuperando de uma lesão na parte posterior da coxa – incidente ocorrido em dezembro do ano passado no pré-olímpico -, Bruno não vê a hora de voltar ao lugar onde se habituou a frequentar, o pódio.

“Estou sem competir desde abril, mas focando no Brasileiro Final, que é o Campeonato Brasileiro, em outubro. Me classifiquei em duas categorias no sub 21 e em uma categoria no adulto, além de duas categorias no universitário”, conta o karateca.

A lesão o deixou fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas Bruno quer voltar pronto para conquistar o quinto Brasileiro da carreira. “Estou me preparando para retornar bem nesse campeonato; já estou voltando aos meus treinos de karatê, fazendo minha fisioterapia forte e sentindo uma real melhora”, destaca Bruno.

Antes de dar um tempo nas lutas, porém, Bruno ainda conseguiu pisar nos tatames para competir o Sul-Americano e o Brasileiro Regional em 2019, no qual se classificou para o Brasileiro.

“Desde então, parei de competir a partir do Sul-Americano, porque percebi que não conseguia ter uma melhora significativa na lesão. Eu fazia o tratamento, mas continuava treinando e competindo, fazendo com que eu não me recuperasse”, explica.

Bruno cita outro obstáculo, além da lesão, que o impediu de ir a Tóquio no ano que vem: “Eu deveria ter tido muito mais investimento no karatê, o que é bastante difícil no país em que a gente vive. E por conta de ter sofrido essa lesão. Mas isso faz parte, a lesão faz parte da vida do atleta”, pondera o karateca.

Mas o atleta conta com apoios importantes para se manter firme entre os melhores no karatê. A Faculdade UCL fornece bolsa de estudos de 100% no curso de Engenharia Civil. Para ficar bem fisicamente, Bruno treina na Crossfit Jacaraípe e faz sessões de fisioterapia na Vitória Studio, com a profissional Thuany.

Currículo campeão

Atuante no esporte desde os dois anos de idade, Bruno Conde está há oito anos consecutivos na Seleção Brasileira de Karatê e chegou a ostentar o primeiro lugar no Ranking Mundial WKF 2016. Ele pratica o kumite, que é a luta propriamente dita; e o kata, uma espécie de luta imaginária, com sequências de movimentos pré-determinados.

Não à toa, o serrano coleciona inúmeras conquistas em sua carreira. Já foi campeão Sul-Americano, campeão Pan-Americano (ambos na categoria Junior), tetra Campeão Brasileiro, 13 vezes campeão Estadual, além de outros títulos internacionais (Open Las Vegas e Arnold Classic).

Comentários