23.2 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Após conquistar a América, Serra Unilog mira o Mundial de Futebol 7

Leia também

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente...
Vilson Vieira Jrhttps://www.portaltemponovo.com.br%20
Morador da Serra, Vilson Vieira Junior é repórter do Tempo Novo. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Esporte.

Campeã da Libertadores, Serra Unilog está entre as melhores equipes de Futebol 7 do continente. (Foto: Serra Unilog/Divulgação)

Um time da Serra conquistou um feito histórico para o futebol 7 do Espírito Santo no último domingo (2). A equipe do Serra/Unilog foi a única do Brasil a disputar a Copa Libertadores de Futebol 7, que neste ano ocorreu em Lima, no Peru, e teve como campeão o time serrano. Tal resultado veio após uma campanha invicta.

Mas um título internacional de tamanha importância não veio por acaso. É resultado de planejamento e organização, que vêm desde 2015. “Desde que iniciamos nosso projeto dentro da Federação de Futebol 7, jogando a Série B do Campeonato Estadual, sonhávamos nos três primeiros anos (2015/2016/ 2017) estarmos na elite no futebol nacional. Graças a Deus,conseguimos em nosso terceiro ano de projeto conquistar a ‘tríplice coroa’, ganhando no mesmo ano a Copa do Brasil, o Campeonato Estadual e o Campeonato Brasileiro”, conta Carlos Vinicius Loureiro, diretor executivo da Unilog, empresa de logística que investe no esporte serrano.

Para manter um início tão promissor e o primeiro lugar no ranking da Confederação Brasileira de Futebol 7 (CBF7) então alcançado, a meta para os próximos anos, até 2020, era jogar uma competição internacional. “E mais uma vez nossa equipe nos surpreendeu e voltamos para o Brasil com o título de campeão da Liberadores da América em 2019”, ressalta o diretor executivo. Foram seis partidas de invencibilidade até levantar a taça das Américas.

Ele lembra que o Serra/Unilog, por ser o primeiro do ranking da CBF7, recebeu convite da Confederação Americana de Futebol 7 (CAF7) para representar o Brasil naquele torneio internacional. “Desde então, montamos duas frentes de trabalho, sendo uma prospectando patrocinadores e outras levantando custos para a delegação viajar ao Peru”, relata Carlos Vinícius.

E mesmo sem ajuda financeira do poder público, mas apenas com recursos próprios e de patrocinadores locais, o diretor executivo da equipe de futebol 7 diz que tudo deu certo para representar o Brasil na Libertadores.

Parceria com o Serra e a luta pelo Mundial

A parceria com o Serra Futebol Clube foi firmada no dia 6 de abril de 2019 e vai durar pelos próximos cinco anos. “Foi um namoro antigo. Apesar do carinho que temos com todos os clubes capixabas, optamos por fechar contrato com o Serra pelo projeto sério que nos foi apresentado e, também, por levar o nome da cidade onde a empresa Unilog reside, além da amizade com o presidente do clube, João Batista Piol”, conta Carlos Vinícius, a respeito da parceria com o Serra Futebol Clube para alavancar o Futebol 7.

Namora que, após o título da Libertadores, virou  um casamento sério. E se engana quem acha que o Serra/Unilog vai descansar após ter conquistado as Américas. Outros desafios estão por vir, entre eles o Mundial, torneio com data e locais ainda não confirmados pelos organizadores. No entanto, a participação nesse importante torneio vai depender da chegada de recursos. “Caso não tenhamos ajuda do pode público, infelizmente vamos abdicar da vaga a que temos direito”, lamenta o dirigente.

Enquanto essa batalha extra-campo é travada, a próxima está logo ali, só que nas quatro linhas. É a final da Copa Metropolitana, que será disputada contra o Juventus de Nova Almeida. Será nesta sexta (7), às 20h30, em Jardim Camburi. Além dessa final, pela frente ainda tem a Copa ES, o Brasileiro, a Copa Sudeste e o Campeonato Estadual.

Comentários

Mais notícias

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente do coronavírus. Isso porque já...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!