Adote um cão idoso! Eles são ótimos companheiros e podem sim aprender coisas novas!

0

Idoso-e-seu-cachorroQuantas vezes você já ouviu que “cachorros velhos não aprendem” ou que “adotar um cão idoso é uma ideia ruim”? Pois estas são as frases mais ridículas que uma pessoa pode dizer sobre cães idosos. É tudo verdadeiramente o contrário!

Os cachorros idosos podem fazer muito mais do que as pessoas acreditam e não devemos nos dar por vencidos tão rapidamente com sua aprendizagem. Todo animal de estimação merece uma oportunidade e cães idosos não são uma exceção.

Os cachorros mais velhos podem aprender do mesmo jeito que os filhotes. Este processo pode ser até mais simples, mas temos que saber que cães idosos, são como humanos, podem ouvir menos, ter artrite, não enxergar bem, enfim, uma série de problemas.

O mais importante nestes casos é a repetição, a paciência e fazer sua parte.

Uma sugestão é fazer passeios curtos com o seu companheiro e ensinar-lhe um truque novo de cada vez (sentar, rolar ou dar a pata). Isso pode ser um grande estímulo físico e mental para os cães. A maneira mais comum de ensiná-los é começar com o básico e ir aumentando aos poucos a complexidade. Blog-Sobre-Caes-e-Gatos-Cao-Idoso

Por exemplo: se quer que o seu cachorro dê a pata, comece recompensando-o sempre que ele se sentar. Depois de alguns dias ou semanas, quando ele já estiver obedecendo, você pede um esforcinho a mais: que ele tire uma das patas do chão. O seguinte passo seria esticá-la sobre sua mão.

Essas interações fazem com que o animal se sinta parte de sua vida e cria um vínculo – que beneficia não apenas o cachorro, mas também você.

E a dica maior! Nunca abandone seu cão, este momento é o momento em que ele mais precisa de você. Pense que um dia todos nós envelheceremos e vamos querer estar com nossos melhores amigos por perto para nos ajudar e confortar.

Entre os cuidados que se deve ter com cães mais velhos estão:

•   Fazer visitas regulares ao veterinário

•   Pedir uma minuciosa avaliação do escore corporal em cada visita.

•   Dar uma alimentação adequada à sua idade e estado de saúde.

•   Oferecer suplementos se for necessário.

•   Cuidar muito bem da saúde bucal e dentes do seu cão.

•   Fazer exercícios: Leve-o para fazer passeios curtos regularmente.

•   Oferecer brinquedos.

•   Dar “confortos” extras, como uma cama ou cobertor.

 

Comentários