Acampamento de religiosos pode ter sido causa de incêndio no Mestre Álvaro, dizem ativistas | Portal Tempo Novo

Serra, 17 de julho de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 23 de abril de 2019 às 14:17

Acampamento de religiosos pode ter sido causa de incêndio no Mestre Álvaro, dizem ativistas


O incêndio começou na tarde do último domingo (21) e foi controlado na manhã da segunda (22). Foto: Corpo de Bombeiros

Mais uma vez a Área de Proteção Ambiental (APA) do Mestre Álvaro, na Serra, foi atingida por chamas. Desta vez, a ocorrência aconteceu na tarde do último domingo (21) próximo ao bairro Pitanga e o controle total das chamas se deu na manhã da última segunda-feira (22).

Segundo o Corpo de Bombeiros que foi acionado para apagar o fogo que atingiu uma área de vegetação na parte alta do monte e foi combatido pelos militares.

O helicóptero do Núcleo de Operações em Transporte Aéreo (Notaer) auxiliou no combate ao incêndio, que foi totalmente extinto na manhã desta segunda-feira (22).

Ainda segundo, o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido e nenhuma edificação foi atingida. Não há informação da possível causa do fogo e nem o tamanho, em medidas, da área atingida.

Um ativista ambiental, que não quis se identificar disse que no local mais próximo da região de onde ocorreu o incêndio havia indícios de pessoas que acamparam. “Normalmente aquelas áreas são usadas por religiosos para ritos de orações e ainda muitos usam o fogo como meio de queimar papel com pedidos de orações. Ainda bem que temos sempre a boa vontade e rapidez do Corpo de Bombeiros, que mais uma vez estão de parabéns”, conta.

A reportagem também ouviu outro ativista que acredita no mesmo motivo. “Não temos como provar, mas tudo indica que tenha sido causado por um acampamento de evangélicos. Eles queimam papeis de orações e isso pode ter sido a causa. Nós que estamos ali dentro da mata, praticamente todos os dias, presenciamos este tipo de situação rotineiramente”, destaca o ambientalista que não quis se identificar.

O Tempo Novo não conseguiu identificar quais são as denominações religiosas que utilizam o monte para este tipo de oração. Mas deixa o espaço aberto, caso os envolvidos queiram rebater a fala dos ativistas.

A reportagem procurou a Secretaria de Meio Ambiente da Serra, por meio  da Assessoria de Comunicação do município, que é responsável pela gestão da APA, que se limitou a dizer que o Corpo de Bombeiros esteve no local e poderia dar mais informações.

 




O que você acha ?

Como você avalia os 6 primeiros meses de Contarato no Senado?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por